Busca rápida
digite título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Clássicos da literatura | Literatura estrangeira | Poesia
 


 R$ 98,00
         

        frete grátis  (saiba mais)

       




 
Informações:
Site
site@editora34.com.br
Vendas
(11) 3811-6777

vendas@editora34.com.br
Assessoria de imprensa
imprensa@editora34.com.br
Atendimento ao professor
professor@editora34.com.br

A Divina Comédia (3 vols.)

 

Dante Alighieri

Tradução de Italo Eugenio Mauro
Edição bilíngue

Três volumes acondicionados em luva.


696 p. - 16 x 23 cm
ISBN 978-85-7326-120-2
2010 - 1ª edição; 3ª edição - 2014
Prêmio Jabuti 2000 de Melhor Tradução

Texto fundador da língua italiana, súmula da cosmovisão de toda uma época, monumento poético de rigor e beleza, obra magna da literatura universal. É fato que a "Comédia" merece esses e muitos outros adjetivos de louvor, incluindo o "divina" que Boccaccio lhe deu já no século XIV. Mas também é certo que, como bom clássico, este livro reserva a cada novo leitor a prazerosa surpresa de renascer revigorado, como vem fazendo de geração em geração há quase setecentos anos. A longa jornada dantesca através do Inferno, Purgatório e Paraíso é aqui oferecida na íntegra - com seus mais de 14 mil decassílabos divididos em cem cantos e três partes - na rigorosa tradução de Italo Eugenio Mauro, vencedora do Prêmio Jabuti e celebrada por sua fidelidade à métrica e à rima originais. A edição traz ainda, como prefácio, um inspirado ensaio de Otto Maria Carpeaux.


Sobre o autor
Dante Alighieri nasceu em Florença, em 1265, descendente de uma família tradicional da cidade. Casou-se aos vinte anos com Gemma Donati, esposa designada por contrato, e teve três filhos. Em 1289 participa da batalha de Campaldino contra os Arezzo, e por volta de 1293 redige Vita Nuova, inspirado por sua paixão juvenil por Beatrice Portinari. Em 1300 elege-se para o conselho florentino, apoiando os guelfos brancos (que queriam limitar o poder do papado) contra os guelfos negros (apoiadores do papa) e os gibelinos (apoiadores do Sacro Império Romano-Germânico). Com a vitória política e militar do papa Bernardo VIII e dos negros, Dante teve que se mudar em 1302 para Verona e, após passar por várias cidades, para Ravenna. Nesse período de exílio, que dura até o final da vida, dedica-se aos estudos e à literatura, redigindo os tratados De Vulgari Eloquentia e De Monarchia, as Epistole, em latim, e a obra-prima Commedia, poema fundador da língua italiana, que conclui pouco antes de sua morte. Faleceu em Ravenna, em 1321.


Sobre o tradutor
Italo Eugenio Mauro nasceu em São Paulo, em 1909. Com o início da Primeira Guerra Mundial, seu pai, um cirurgião italiano, decide retornar para a Itália com a família e alistar-se como médico voluntário. Com o fim da guerra, a família volta ao Brasil e Italo completa seus estudos no Colégio Dante Alighieri, na capital paulista. Embora apaixonado por literatura, cursa Engenharia Civil na Universidade de Nápoles, especializando-se em cálculo. No retorno a São Paulo, liga-se aos arquitetos modernos, dirigindo, por um bom tempo, o escritório de Henrique Mindlin. Nos anos 1980 começa a verter a Divina Comédia, de Dante Alighieri, para o português. Trabalha na tradução diariamente, por cerca de quinze anos, preservando a terza rima de Dante, até ver a obra publicada em edição bilíngue pela Editora 34 no final de 1998, trabalho pelo qual recebeu o Prêmio Jabuti de Tradução em 2000, aos noventa anos de idade. Faleceu em São Paulo, em 2003.


Veja também
Fausto I
Uma tragédia
Paraíso perdido
A Divina Comédia (edição de bolso)
edição de bolso

 


© Editora 34 Ltda. 2016   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779