Busca rápida
digite título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Música
 


 R$ 82,00
         

        frete grátis  (saiba mais)

       




 
Informações:
Site
site@editora34.com.br
Vendas
(11) 3811-6777

vendas@editora34.com.br
Assessoria de imprensa
imprensa@editora34.com.br
Atendimento ao professor
professor@editora34.com.br

Copacabana
A trajetória do samba-canção (1929-1958)

 

Zuza Homem de Mello

Coedição com Edições Sesc

512 p. - 16 x 23 cm
ISBN 978-85-7326-683-2
2017 - 1ª edição
Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Novo livro de Zuza Homem de Mello, fruto de mais de dez anos de pesquisas, Copacabana documenta a história completa de um dos gêneros mais importantes da nossa música: o samba-canção. Desde seu surgimento no teatro de revista, com o sucesso da gravação de "Linda flor", por Aracy Cortes, em 1929, até o advento da bossa nova em 1958, o samba-canção foi um dos gêneros preferidos de compositores da estirpe de Ary Barroso, Caymmi, Cartola, Lupicínio, Tom Jobim e até mesmo Noel Rosa, cuja obra, como demonstra Zuza, inclui várias composições que na verdade já eram legítimos sambas-canção.
Com o fechamento dos cassinos em 1946, boa parte do meio artístico da então capital federal migrou para boates e clubes noturnos, que se concentraram especialmente em Copacabana, bairro-ícone do Rio de Janeiro. Entre 1946 e 1958 o samba-canção foi o gênero de maior sucesso da música brasileira. Com seu cativante ritmo, propício para se dançar colado ao parceiro, e sua temática romântica, ele invadiu a noite carioca e conquistou o país nas vozes de intérpretes como Linda Batista, Dick Farney, Dalva de Oliveira, Nora Ney, Elizeth Cardoso, Dolores Duran e Maysa - as duas últimas também excelentes compositoras. Ao mesmo tempo que o samba-canção cultivava harmonias mais sofisticadas e modulações, que abriram caminho para a bossa nova, ele tinha também uma vertente extremamente popular, com campeões de vendas como Angela Maria, Nelson Gonçalves e Cauby Peixoto.
Estudo amplo, profundo e fartamente ilustrado, este livro tem mais uma qualidade essencial: ele nos faz reviver uma época áurea do Rio de Janeiro, guiados pelo texto vibrante e caloroso do autor, um dos maiores conhecedores de música em nosso país.


Sobre o autor
Zuza Homem de Mello nasceu em São Paulo, em 1933. Iniciou-se no jornalismo em 1956, assinando uma coluna de jazz para a Folha da Noite. Após um período de estudos em Nova York, voltou ao Brasil e ingressou na TV Record, onde trabalhou por dez anos como engenheiro de som e booker na contratação de atrações internacionais. Entre 1977 e 1988 produziu e apresentou o Programa do Zuza, na Rádio Jovem Pan AM, e fez crítica de música popular para O Estado de S. Paulo, atuando desde então como diretor artístico de shows e festivais de jazz e produtor de discos. É autor dos livros Música popular brasileira cantada e contada... (Melhoramentos, 1976), A canção no tempo, dois volumes em coautoria com Jairo Severiano (Editora 34, 1997 e 1998), João Gilberto (Publifolha, 2001), A Era dos Festivais (Editora 34, 2003), Música nas veias (Editora 34, 2007) e Música com Z (Editora 34, 2014, vencedor do Prêmio APCA).


Veja também
Música com Z
Artigos, reportagens e entrevistas (1957-2014)
A canção no tempo
85 anos de músicas brasileiras (Vol. 1: 1901-1957)
A canção no tempo
85 anos de músicas brasileiras (Vol. 2: 1958-1985)

 


© Editora 34 Ltda. 2017   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779