Busca rápida
digite título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Biografias e memórias
 

 R$ 59,00
         

        frete grátis  (saiba mais)

       




 
Informações:
Site
site@editora34.com.br
Vendas
(11) 3811-6777

vendas@editora34.com.br
Assessoria de imprensa
imprensa@editora34.com.br
Atendimento ao professor
professor@editora34.com.br

Pequena história da música popular
segundo seus gêneros

 

José Ramos Tinhorão


352 p. - 14 x 21 cm
ISBN 978-85-7326-509-5
2013 - 7ª edição
Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Dos gêneros pioneiros da modinha e do lundu, no século XVIII, até a lambada, no início dos anos 1990, passando pelo maxixe, tango, choro, marcha, samba, frevo, música sertaneja, guarânia, baião, bossa nova, canção de protesto e tropicalismo, esta Pequena história da música popular apresenta um estudo das origens e da configuração de cada um dos nossos movimentos musicais. Escrito por um dos maiores pesquisadores do país, José Ramos Tinhorão, o livro sintetiza muito de sua obra, e é referência indispensável para todos aqueles que queiram conhecer os processos sociais que atuam na formação da cultura brasileira.
Por oposição à música folclórica (de autor desconhecido, transmitida oralmente), a música popular (de compositor conhecido e divulgada por meio de partituras, discos, fitas, filmes etc.) constitui uma criação contemporânea do aparecimento de cidades com certo grau de diversificação social. No Brasil, isso equivale a dizer que nossa música popular surge nas duas principais cidades coloniais - Salvador e Rio de Janeiro - no correr do século XVIII, quando o ouro das Minas Gerais desloca o eixo econômico do nordeste para o centro-sul, e a coexistência desses dois importantes centros administrativos torna possível a formação de uma classe média urbana relativamente diferenciada.
Abarcando de forma sintética cerca de 150 anos, esta Pequena história da música popular traça uma trajetória a partir de seus principais gêneros, desde o surgimento da modinha e do lundu, na metade dos oitocentos, até a bossa nova, a canção de protesto, o tropicalismo e a lambada, já no final do século XX. Assim, na visão de José Ramos Tinhorão, um dos nossos maiores pesquisadores, a cada gênero musical aqui estudado - como o maxixe, o tango brasileiro, o choro, a marcha, o samba, o frevo, a música sertaneja, a guarânia e o baião - corresponde um determinado momento histórico e um conjunto de processos sociais e econômicos que lhe são determinantes.


Sobre o autor
José Ramos Tinhorão nasceu em Santos, SP, em 1928, e foi criado no Rio de Janeiro, cidade onde morou até sua mudança para São Paulo em 1968. Colaborou como jornalista no Diário Carioca, Jornal do Brasil, TV Excelsior, TV Globo, Rádio Nacional e Veja, entre outros, e é autor de mais de 25 livros sobre a cultura popular e a música brasileira, publicados no Brasil e em Portugal. Em suas pesquisas reuniu um importante acervo de discos, partituras, periódicos, livros e fotos, hoje disponível no Instituto Moreira Salles.




Veja também
História social da música popular brasileira
Música popular
Um tema em debate
Uma história da música popular brasileira
Das origens à modernidade

 


© Editora 34 Ltda. 2019   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779