Busca rápida
digite título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
História
 

 R$ 77,00
         

        frete grátis  (saiba mais)

       




 
Informações:
Site
site@editora34.com.br
Vendas
(11) 3811-6777

vendas@editora34.com.br
Assessoria de imprensa
imprensa@editora34.com.br
Atendimento ao professor
professor@editora34.com.br

Portugal e Brasil na crise do Antigo Sistema Colonial
(1777-1808)

 

Fernando A. Novais


432 p. - 16 x 23 cm
ISBN 978-85-7326-743-3
2019 - 2ª edição
Edição conforme o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Portugal e Brasil na crise do Antigo Sistema Colonial já nasceu clássico. Mesmo antes de publicado, em 1979, sua influência teve um raio que poucos alcançaram. Aqui, Fernando A. Novais desdobra em um amplo panorama a formulação de Caio Prado Jr. em Formação do Brasil contemporâneo, segundo a qual o "sentido da colonização" é dado pelo capitalismo comercial, expandindo-se a partir da Europa em direção a todos os continentes. Novais situa Portugal como nação pioneira mas de segunda ordem, cada vez mais dependente da proteção inglesa, embora detentora de amplos domínios na América. Estes assumem a função de economia complementar, acelerando a acumulação primitiva de capital. O conjunto forma o Antigo Sistema Colonial que, no final do século XVIII, entra em crise quando o capitalismo comercial se esgota nos países centrais para se transmutar em capitalismo industrial.
Nesse momento entram em cena - com percepções, diagnósticos e respostas à crise - várias personagens da Ilustração luso-brasileira, como o Conde de Linhares e o bispo Azeredo Coutinho. No caldo de contradições dessa época, o autor divisa tanto a verdade do que estava a ponto de se tornar passado quanto as bases futuras do Brasil como nação independente. Essa complexa articulação de acontecimentos, conjunturas e estruturas históricas nunca tinha sido vista na historiografia brasileira e, desde então, continua sem igual.


Sobre o autor
Fernando Antônio Novais nasceu em Guararema (SP) em 1933. Em 1958 formou-se em História e Geografia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo. No mesmo ano ingressou como assistente da cadeira de História Econômica da FEA-USP, transferindo-se em 1960 para a cátedra de História Moderna e Contemporânea da FFCL, sob a orientação de Eduardo d'Oliveira França. Doutorou-se em 1973 pela FFLCH-USP e nessa instituição permaneceu até 1985, quando, aposentado, ingressou como convidado no Instituto de Economia da Unicamp, onde deu aulas até 2003. Em 2006 recebeu o título de professor emérito da USP. É autor de Portugal e Brasil na crise do Antigo Sistema Colonial (1777-1808) (1979), A independência política do Brasil, com Carlos Guilherme Mota (1986) e Aproximações: estudos de história e historiografia (2005). Dirigiu a coleção História da vida privada no Brasil (1997-1998), em quatro volumes, e, com Rogerio Forastieri da Silva, organizou e assinou a introdução da antologia Nova História em perspectiva (2011-2013), em dois volumes.



Veja também
A fronda dos mazombos
Nobres contra mascates, Pernambuco, 1666-1715
Olinda restaurada
Guerra e açúcar no Nordeste, 1630-1654
História do Brasil
Uma interpretação

 


© Editora 34 Ltda. 2019   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779