Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Antonio Arnoni Prado  
Antonio Arnoni Prado nasceu em São Paulo, em 1943. É mestre (1975) e doutor (1980) pela FFLCH-USP, com pós-doutorado na Fondazione Feltrinelli, de Milão (1986). Desde 1979 leciona no Departamento de Teoria Literária da Unicamp, onde é professor titular. Entre seus trabalhos incluem-se a edição da crítica literária dispersa de Sérgio Buarque de Holanda em O espírito e a letra (Companhia das Letras, 1996, 2 vols.) e a publicação de uma coletânea de ensaios críticos reunidos em Trincheira, palco e letras (Cosac Naify, 2004). Pela Editora 34 publicou Itinerário de uma falsa vanguarda: os dissidentes, a Semana de 22 e o Integralismo (2010, Prêmio Mário de Andrade da Fundação Biblioteca Nacional), Lima Barreto: uma autobiografia literária (2012) e Dois letrados e o Brasil nação (2015, vencedor do Prêmio Rio de Literatura na categoria ensaio).


1  

O último trem da Cantareira

Antonio Arnoni Prado

 
Primeiro livro de ficção do premiado crítico, ensaísta e professor de teoria literária Antonio Arnoni Prado, O último trem da Cantareira reúne memória e invenção ao recriar os anos de infância do autor na zona norte de São Paulo, em meio a um bando de meninos que, longe dos livros, viviam soltos nas quebradas do bairro do Tremembé, entregues a brigas e aventuras de todo tipo. Em suas páginas, os arrabaldes da cidade, ao longo da linha do trem, ganham uma vida extraordinária, lembrando em parte Os meninos da rua Paulo, de Ferenc Molnár, e a experiência subjetiva adquire ressonância coletiva - pequeno milagre que só a grande literatura costuma realizar.
R$ 43,00
 
Dois letrados e o Brasil nação
A obra crítica de Oliveira Lima e Sérgio Buarque de Holanda

Antonio Arnoni Prado

 
Fruto de longa pesquisa sobre a vida e a obra de duas figuras fundamentais de nossa historiografia - Manuel de Oliveira Lima, autor de D. João VI no Brasil (1908), e Sérgio Buarque de Holanda, de Raízes do Brasil (1936) -, o novo livro de Antonio Arnoni Prado é bem mais do que um estudo sobre a formação de nossa crítica literária. Ao contrapor a trajetória desses grandes intelectuais, Dois letrados e o Brasil nação traz à tona concepções radicalmente distintas de história, cultura e nação, que continuam vivas e atuantes no debate cultural brasileiro.
R$ 68,00

 
Lima Barreto: uma autobiografia literária

Lima Barreto
Organização de Antonio Arnoni Prado

 
No conjunto de escritos de e sobre o escritor Lima Barreto (1881-1922), este livro ocupa desde já um lugar de destaque. Empregando o procedimento do corte e da montagem, o historiador da literatura Antonio Arnoni Prado, profundo conhecedor de sua obra, recombina fragmentos de contos, cartas, diários, romances, artigos e crônicas de jornal que iluminam de maneira inédita a formação da sensibilidade e da consciência crítica do autor de Triste fim de Policarpo Quaresma.
R$ 49,00

     
Itinerário de uma falsa vanguarda
Os dissidentes, a Semana de 22 e o Integralismo

Antonio Arnoni Prado

Prefácio de Sérgio Miceli
 
Obra imprescindível para a compreensão do Modernismo brasileiro, este ensaio foca sua atenção sobre uma linhagem de obras e autores pouco analisados pela crítica, com destaque para a produção de Elísio de Carvalho (1880-1925), ampliando nossa compreensão dos nexos entre literatura e política no período crucial que se estende da proclamação da República até a década de 1930.
aolp
R$ 59,00
 
A dimensão da noite
e outros ensaios

João Luiz Lafetá
Organização de Antonio Arnoni Prado

Prefácio de Antonio Candido
 
Ao articular marxismo, psicanálise e teoria estética, Lafetá construiu uma perspectiva crítica extremamente reveladora. Neste volume, Antonio Arnoni Prado reuniu mais de 40 textos - muitos deles inéditos em livro - que desenham a trajetória completa do crítico, desde as primeiras análises de peso nos anos 70 até sua morte prematura em 1996.
R$ 87,00

 
     
1  

© Editora 34 Ltda. 2021   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779