Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Literatura russa  
1   2   3   4   5   6  

Clássicos do conto russo


Tradução de Boris Schnaiderman, Paulo Bezerra, Tatiana Belinky e outros
Edição de bolso
Apresentação de Arlete Cavaliere
 
Reunindo doze dos maiores escritores dos séculos XIX e XX e 24 histórias, a antologia Clássicos do conto russo é uma excelente introdução a uma das literaturas que mais têm fascinado o leitor contemporâneo. De Púchkin à Bábel, passando por Gógol, Turguêniev, Dostoiévski, Tolstói, Leskov, Tchekhov, Górki, Búnin, Andrêiev e Bulgákov, esta coletânea mescla textos famosos - como "Diário de um louco", de Gógol, e "O Grande Inquisidor", de Dostoiévski - com contos inéditos no Brasil - como "O espírito da senhora Genlis", de Leskov, e "Cenas de Moscou", de Bulgákov -, todos eles traduzidos diretamente do russo e acompanhados por uma pequena biografia de cada autor.
R$ 54,00
 
Anotações de um jovem médico
e outras narrativas

Mikhail Bulgákov

Tradução de Érika Batista
Posfácio de Efim Etkind
 
Reunindo nove narrativas ficcionais, Anotações de um jovem médico traz alguns dos primeiros experimentos literários de Mikhail Bulgákov (1891-1940), um dos mais aclamados escritores russos do século XX, autor de O mestre e Margarida. Publicados entre 1925 e 1926 em um periódico soviético direcionado aos trabalhadores da medicina, estes textos têm como base a experiência do próprio autor nos anos de 1916 e 1917, quando, logo após obter o diploma de médico na maior universidade do país, foi enviado para atuar em um pequeno hospital no interior da Rússia. Além do ciclo de contos “Anotações de um jovem médico”, o volume inclui a novela “Morfina” e a narrativa curta “Eu matei”, também de cunho autobiográfico.
R$ 54,00

 
O amor de Mítia

Ivan Búnin

Tradução de
Boris Schnaiderman
 
Novela publicada originalmente em 1925, O amor de Mítia é uma das obras-primas de Ivan Búnin (1870-1953), o primeiro escritor russo a receber o Prêmio Nobel de Literatura. Autor refinado que se exilou em Paris após a Revolução de 1917, admirado por Thomas Mann, Vladímir Nabókov e André Gide, entre muitos outros, Búnin apresenta aqui uma história de amor com final trágico, considerada por Boris Schnaiderman um dos textos mais vigorosos que ele já traduziu.
R$ 46,00

     
O processo do tenente Ieláguin

Ivan Búnin

Tradução de
Boris Schnaiderman
 
Baseada em fatos reais, esta novela de Ivan Búnin (1870-1953), vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1933, revela toda a maestria deste autor que alia a grande tradição do realismo russo às experimentações narrativas da modernidade. Escrita em 1925 e publicada no ano seguinte em uma revista editada por emigrados em Paris, O processo do tenente Ieláguin apresenta a desconcertante história de amor e morte de uma atriz polonesa e um jovem oficial russo, reconstituída pelo caleidoscópio de depoimentos colhidos durante o julgamento do protagonista.
R$ 42,00
 
Antologia do humor russo (1832-2014)

Organização de Arlete Cavaliere

 
Dos clássicos Gógol, Dostoiévski, Tolstói e Tchekhov até os contemporâneos Viktor Peliévin, Liudmila Ulítskaia e Dmitri Býkov, esta Antologia do humor russo reúne 37 autores e 57 textos, a maioria deles inéditos no Brasil, incluindo contos, trechos de romances, crônicas, cartas e até breves peças de teatro. Esta produção, que muitas vezes surgiu em contestação aos regimes repressivos do tsarismo e do stalinismo, traça um amplo panorama do "mundo do riso" russo, com suas múltiplas vertentes, da comédia do absurdo ao humor mais sutil.
R$ 98,00

 
A luva, ou KR-2
(Contos de Kolimá 6)

Varlam Chalámov

Posfácio de Gustaw Herling
 
A luva, ou KR-2 é o sexto e último volume dos Contos de Kolimá, de Varlam Chalámov (1907-1982), obra em que o escritor russo dá testemunho dos 17 anos que passou como prisioneiro nos campos de trabalhos stalinistas e que constitui um verdadeiro monumento contra a barbárie e pela vida. Os 21 textos aqui reunidos trazem, além da denúncia dos horrores do gulag, também um pouco de leveza e esperança, já que cobrem os últimos anos de sua pena e a transição para a liberdade, como no belíssimo conto "Viagem a Ola". Completam o volume um texto ficcional sobre a morte de Chalámov escrito por Gustaw Herling (autor de uma das mais importantes obras da literatura do gulag, Um mundo à parte), e dois poemas do próprio Chalámov traduzidos diretamente do russo.
R$ 68,00

     
A margem esquerda
Contos de Kolimá 2

Varlam Chalámov

Tradução de Cecília Rosas
Prefácio de Roberto Saviano
 
A margem esquerda é o segundo volume dos Contos de Kolimá, série em que Varlam Chalámov (1907-1982) narra a sua experiência como prisioneiro nos terríveis campos de trabalhos forçados do regime stalinista na Sibéria oriental. O título faz referência à margem do rio Kolimá onde se situava o hospital central dos gulags da região, local onde o autor, após dez anos de pena, conseguiu emprego como paramédico e assim garantiu a própria sobrevivência. O volume inclui um prefácio de Roberto Saviano, em que o autor de Gomorra conta o profundo impacto que a obra de Chalámov teve em sua vida.
R$ 65,00
 
A ressurreição do lariço
(Contos de Kolimá 5)

Varlam Chalámov

Posfácio de Varlam Chalámov
 
Em A ressurreição do lariço, quinto volume dos Contos de Kolimá, Varlam Chalámov (1907-1982) segue com a missão que ele se propôs após ter sobrevivido aos gulags russos: a de dar testemunho sobre o que viu nos campos de trabalhos forçados, onde morreram milhões de pessoas. São particularmente tocantes os contos em que o autor reconstitui a vida de prisioneiros - como um brilhante engenheiro, uma militante revolucionária, um ex-general do Exército Vermelho ou um diretor teatral de vanguarda - e sua luta para manter a dignidade em meio à barbárie. Fecha o volume um ensaio de Chalámov em que ele discute a literatura e o processo de criação dos Contos de Kolimá.
R$ 68,00

 
Contos de Kolimá

Varlam Chalámov

Apresentação de Boris Schnaiderman Prefácio de Irina P. Sirotínskaia
Publicado com o apoio do Instituto de Tradução da Rússia
 
Entre o final dos anos 1920 e o pós-guerra, milhões de pessoas foram deportadas e morreram nos campos de trabalhos forçados soviéticos. Em Kolimá, região desolada no nordeste da Sibéria, "onde um cuspe congela no ar antes de tocar a terra", localizavam-se alguns desses campos, e num deles o escritor russo Varlam Chalámov (1907-1982) cumpriu pena por quase duas décadas, cavando buracos, abrindo estradas e quebrando pedras. Ao final desse período, retorna a Moscou e já no ano seguinte começa a escrever sua obra-prima, os Contos de Kolimá. Após este primeiro volume se seguiram mais cinco, constituindo uma obra monumental, com mais de 2 mil páginas, trabalho que lhe tomaria outros vinte anos e no qual a escavação profunda da memória, o relato autobiográfico sem floreios, é acompanhado a cada passo por uma aguda reflexão filosófica sobre os limites do ser humano em face de experiência tão brutal.
R$ 65,00

     
Ensaios sobre o mundo do crime
(Contos de Kolimá 4)

Varlam Chalámov

Tradução de Francisco de Araújo
Posfácio de Varlam Chalámov
 
Neste quarto volume dos Contos de Kolimá, Varlam Chalámov realiza um verdadeiro estudo sociológico sobre os criminosos comuns com quem conviveu nos terríveis campos de trabalhos forçados do regime stalinista. Em oito textos, o autor faz uma descrição perspicaz da cultura do mundo do crime, critica a romantização dos bandidos na literatura e mostra como o governo soviético muitas vezes se utilizou da "mão de obra" de delinquentes profissionais para reprimir e eliminar os prisioneiros políticos nos lagers russos. O volume inclui ainda um texto em que Chalámov lista as "lições" que aprendeu nos campos, além de uma carta a Soljenítsin em que delineia suas diferenças em relação ao autor de Arquipélago Gulag.
indisponível
R$ 52,00
 
O artista da pá
Contos de Kolimá 3

Varlam Chalámov

Tradução de Lucas Simone
Posfácio de Varlam Chalámov
 
Considerado "o maior escritor do século XX" pela vencedora do Prêmio Nobel de Literatura de 2015, Svetlana Aleksiévitch, Varlam Chalámov (1907-1982) registra nos 28 contos de O artista da pá a luta pela sobrevivência no contexto de uma das maiores tragédias da humanidade: os campos de trabalhos forçados na União Soviética stalinista, onde morreram milhões de pessoas. Seu estilo seco e objetivo - descrito pelo próprio autor no ensaio "Sobre a prosa", recolhido ao final deste terceiro volume da série Contos de Kolimá - expõe os detalhes de cada situação vivida por ele e seus colegas de prisão, deixando uma marca indelével na memória dos leitores.
R$ 76,00

 
Viagem sentimental

Viktor Chklóvski

Tradução de Cecília Rosas
Posfácio de Galin Tihanov
 
Viktor Chklóvski (1893-1984), o grande crítico formalista russo, autor de Sobre a teoria da prosa, foi instrutor de blindados, comissário do exército e conspirador antibolchevique durante a Primeira Guerra Mundial, as revoluções de Fevereiro e Outubro de 1917 e a guerra civil que se seguiu em seu país. Viagem sentimental, publicado em 1923, é seu impressionante testemunho sobre este período caótico e violento, escrito com uma prosa peculiar, que mescla ironia e lirismo, abordando desde os fronts de guerra até a vida literária no início da república soviética.
R$ 74,00

     
1   2   3   4   5   6  

© Editora 34 Ltda. 2020   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779