Busca rápida
por título, autor, palavra-chave, ano ou isbn
 
Coleções  
1   2   3   4   5  

Diário de Kóstia Riábtsev

Nikolai Ognióv

Tradução de Lucas Simone
Posfácio de Muireann Maguire
 
O Diário de Kóstia Riábtsev (1926) foi uma das primeiras obras soviéticas de ficção a obter repercussão mundial. A partir de sua experiência como pedagogo, Nikolai Ognióv (1888-1938) cria o personagem de Kóstia, um estudante impulsivo e franco que narra em seu diário o cotidiano dos primeiros anos após a Revolução, abordando tanto as grandes questões sociais do período como as desventuras da vida de um adolescente comum.
R$ 68,00
 
Inveja

Iuri Oliécha

Tradução de
Boris Schnaiderman
 
Publicada na Rússia em 1927, a novela Inveja é um dos mais bem-sucedidos experimentos de prosa de ficção do período revolucionário. Com um ritmo vertiginoso, que por vezes lembra uma tela cubista, Iúri Oliecha (1899-1960) põe em cena, de um lado, um jovem sonhador e despreparado para a vida e, de outro, um poderoso diretor de indústrias do novo regime soviético. O resultado é um livro de humor lancinante, repleto de ambiguidades, e cuja intensidade verbal e imaginação desenfreada foram recriadas com brilho pela tradução de Boris Schnaiderman, que também assina dois ensaios sobre Oliécha e sua obra incluídos nesta edição.
R$ 52,00

 
A exposição das rosas
e A família Tóth

István Örkény

Tradução de Aleksandar Jovanovic
Prefácio de Nelson Ascher
 
Este livro reúne as duas novelas mais conhecidas de um dos maiores escritores húngaros do século XX, István Örkény (1912-1979). Combinando ironia, nonsense e um gosto singular pelo grotesco e o tragicômico, "A família Tóth" apresenta a história de um major com trauma de guerra que leva à loucura a pacata família que o recebe durante sua licença médica, enquanto que "A exposição das rosas" traz a narrativa de um documentário da TV estatal húngara sobre os últimos dias de vida de três pacientes terminais: um obcecado linguista, um escritor boêmio e uma humilde florista.
R$ 54,00

     
Satíricon

Petrônio

Tradução de Cláudio Aquati
Textos em apêndice de Tácito, Marcel Schwob e Raymond Queneau
Projeto gráfico de Raul Loureiro
 
O mais antigo exemplar do romance latino a sobreviver até os nossos dias, ainda que de forma fragmentária, o Satíricon de Petrônio foi escrito por volta de 60 d.C., no período do imperador romano Nero. Narrando as aventuras de Encólpio, seu amante Ascilto e o servo Gitão, que formam um tumultuado triângulo amoroso e se metem em uma série de confusões para pagar uma dívida ao deus Priapo, o livro é uma grande sátira à caótica civilização romana, ao mesmo tempo em que registra de forma ferina as relações entre os diferentes estratos sociais da época.
R$ 59,00
 
O ano nu

Boris Pilniák

Tradução de Lucas Simone
Posfácio de Georges Nivat
 
O ano nu, de Boris Pilniák (1894-1938), publicado em 1922, capta o impacto da Revolução de 1917 em um vilarejo à beira das estepes orientais, acompanhando, no calor da hora, o declínio da nobreza rural e a ascensão dos camponeses no ano de 1919. Com sua escrita extremamente inventiva, que incorpora arcaísmos, onomatopeias, refrões e citações de crônicas antigas, o autor criou uma forma literária nova, que, como nota Georges Nivat no posfácio, está próxima das experiências do cinema de vanguarda de Dziga Vertov e Serguei Eisenstein.
R$ 59,00

 
Meio intelectual, meio de esquerda

Antonio Prata

 
Coleção de crônicas que confirmam o talento com que este jovem escritor vem se destacando na atual cena literária brasileira. Nas palavras de Davi Arrigucci, "Antonio Prata, com olhar incisivo e verve ferina, se revela não apenas um mestre lapidar de seu ofício, capaz de dizer tudo em dois dedos de prosa, sem perder a leveza, mas sobretudo um notável cronista do absurdo, das miudezas malucas do cotidiano".aolp
R$ 45,00

     
A geração dos corpos organizados em Maupertuis

Maurício de Carvalho Ramos

 
Neste aprofundado estudo, Maurício de Carvalho Ramos analisa a trajetória da filosofia natural de Pierre-Louis Moreau de Maupertuis (1698-1759), um dos mais importantes homens de ciência da época das Luzes. O livro mostra como Maupertuis formula o princípio da mínima ação - segundo o qual em toda mudança que ocorre no universo a ação despendida é sempre a menor possível -, e como sua teoria da geração orgânica trouxe uma nova abordagem nas questões relativas à mestiçagem e à hibridização, à produção de malformações e à transformação de raças e espécies.aolp
R$ 72,00
 
A gata

Jutta Richter

Tradução de Daniel R. Bonomo
Ilustrações de Rotraut Susanne Berner
 
Narrando as insólitas conversas de uma menina de oito anos com uma gata de rua muito sábia (e bem convencida...), a premiada escritora alemã Jutta Richter explora, com inteligência e sensibilidade, o mundo de uma criança que tenta conciliar suas descobertas com a complicada vida dos adultos.aolp
R$ 46,00

 
Nuvem feliz

Alice e Derdyk, Edith Ruiz

Ilustrações de Edith Derdyk
 
Nuvens costumam ser muito temperamentais. Qualquer ventinho as empurra de um lado para o outro, e assim elas mudam de cor, e de humor, a todo momento. Mas uma coisa é certa: toda nuvem, desde pequena, sabe que um dia terá de chorar. Numa prosa que vem e vai como uma nuvem, e com desenhos que exploram as várias possibilidades da linha e da mancha, Alice Ruiz e Edith Derdyk criaram um livro poético e delicado, cujo final surpreende por sua generosidade diante da vida.aolp
R$ 39,00

     
Controvérsias sobre a ciência
Por uma sociologia transversalista da atividade científica

Terry Shinn
Pascal Ragouet

 
Panorama das intensas controvérsias sociológicas acerca da definição da ciência, sua organização, seu funcionamento e seus vínculos com a sociedade global. O pano de fundo do debate é constituído por duas correntes sociológicas que se enfrentam no curso do século XX.
R$ 54,00
 
Exercícios de leitura

Gilda de Mello e Souza

 
Exercícios de leitura reúne vinte e um ensaios exemplares de Gilda de Mello e Souza (1919-2005), abordando questões de estética, literatura, teatro, cinema e artes plásticas. Das aulas de Lévi-Strauss na recém-criada Universidade de São Paulo até uma exposição retrospectiva de Milton Dacosta no Rio de Janeiro, passando por Mário de Andrade, Manuel Bandeira, Clarice Lispector, Beckett, Fellini, Glauber Rocha, Paulo Emílio, Almeida Júnior e muitos outros, nada escapa ao olhar lúcido e inspirado da autora, dona de um dos textos mais brilhantes do ensaísmo brasileiro.
aolp
R$ 68,00

 
Dora e o Sol

Veronica Stigger

Ilustrações de Fernando Vilela
 
Dora e o Sol conta a história de uma simpática vira-lata que adora dormir de tardezinha, deitada em sua almofada vermelha, coberta pela luz do sol. Primeiro livro infantil da escritora Veronica Stigger - aqui em parceria com o premiado ilustrador Fernando Vilela -, é uma obra que encanta por sua criatividade e delicadeza, e também pela intensa poesia que descobrimos a cada página.aolp
R$ 37,00

     
1   2   3   4   5  

© Editora 34 Ltda. 2021   |   Rua Hungria, 592   Jardim Europa   CEP 01455-000   São Paulo - SP   Brasil   Tel (11) 3811-6777 Fax (11) 3811-6779